quarta-feira, 10 de julho de 2013

CIA NELSON SANTOS NO FESTIVAL DE DANÇA PARATY

Bailarino Nelson Santos participou com destaque das dez últimas edições do evento.
  Foto: Solange Avelino, 2013



Com 15 anos de história na dança sergipana a Companhia Nelson Santos surpreende o público a cada apresentação. Seja em Sergipe ou nos diversos festivais em que a Companhia é convidada, o grupo sempre leva coreografias encantadoras e que mechem com o imaginário, arrancando fortes aplausos do público.

Foi assim que aconteceu nas apresentações realizadas pela Companhia no tradicional Festival Dança Paraty, que ocorreu em junho deste ano. O evento que acontece há dez anos, busca proporcionar um espaço onde a dança se revele em todo seu panorama e atrai grupos de várias partes do Brasil e do mundo.

A Companhia Nelson Santos participou pelo décimo ano consecutivo do festival, sendo uma das poucas que estiveram em todas as edições do evento. “Desde 2004 vou todos os anos a Paraty para participar deste maravilhoso festival. Lá, temos a oportunidade de ter trocas incríveis de conhecimento, além de apresentarmos nosso trabalho para um grande público”, frisa o bailarino e diretor da Companhia, Nelson Santos.

Segundo ele, este ano a participação da Companhia foi ainda mais especial, visto que, 12 pessoas viajaram e apresentaram diversas coreografias durante os dias do festival. Nelson atribui este feito, a aprovação do seu projeto no Edital de Intercâmbio e Difusão Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, que através do custeio de passagens, manda todos os meses, agentes culturais sergipanos para mostrar seus trabalhos pelo Brasil a fora.

“Nos anos anteriores eu sempre fui sozinho, pois não tinha como custear a passagem de todos os bailarinos e eles geralmente também não podiam. Este ano, com a abertura de mais uma edição Edital de Intercâmbio, fiz meu projeto e entreguei na Secult. Quando recebemos a notícia que fomos aprovados ficamos muito entusiasmados, afinal, toda a companhia poderia participar daquele grande festival”, explica o bailarino.

Convidado de honra

Esta décima participação no Dança Paraty teve um sabor especial para o bailarino Nelson Santos. Ele que sempre comparecia ao festival como concorrente, foi desta vez, convidado a apresentar a coreografia de abertura, o que, para ele, foi o reconhecimento enorme do seu trabalho. “Apresentei o espetáculo ‘Enigma’ na abertura do Festival e fui recebido com muita euforia pelo público presente na platéia. Isso revigora e incentiva qualquer artista”, completa.

Após a apresentação de abertura Nelson Santos pôde ainda participar com todo o grupo das mostras competitivas com cinco coreografias, selando uma experiência significativa para todos do grupo. “Muitos dos bailarinos que viajaram estão no elenco experimental e todos eles ficaram perplexos com a receptividade que tivemos. Sem dúvida, todos nós adquirimos ainda mais bagagem profissional na nossa carreira com essa apresentação. Além disso, o festival tem grande visibilidade no cenário da dança nacional, e isso também é muito importante”, afirma.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa matéria.