sexta-feira, 17 de julho de 2009

Hispanidade da Praça São Francisco de São Cristóvão


Recentemente, Robervan Santana retornou da Espanha onde divulgou seu livro Os Espanhóis em Sergipe que trata da herança hispânica presente na cultura nordestina, especificamente no seu torrão natal. Membro ativo da Comissão Pró-candidatura da Praça São Francisco a Patrimônio da Humanidade, o professor aracajuano já pensa na segunda edição da obra que terá capítulo especial sobre a referida praça, afinal sua hispanidade constitui o principal argumento da candidatura. A decisão da UNESCO está prevista para junho de 2010, em Brasília, quando o Comitê do Patrimônio Mundial julgará a propositura e o compromisso das entidades envolvidas com a preservação do centro histórico de São Cristóvão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa matéria.