sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Irmã Dulce e o Turismo

Irmã Dulce (destaque) no Convento do Carmo de São Cristóvão, 1934
Acervo Obras Sociais Irmã Dulce


A notícia da beatificação da Irmã Dulce, o anjo bom da Bahia, causou frisson na imprensa sergipana. Parece que uma coisa não tem nada a haver com a outra. Vejamos: Apesar de Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes ter nascido em Salvador, ela fez noviciado na Escola da Irmãs da Imaculada Conceiçao, em 1933/1934, nessa época instalada no Convento de Nossa Senhora do Carmo, em São Cristóvão/SE. Na igreja principal do citado convento ela foi batizada Irmã Dulce, não por caso as Obras Sociais Irmã Dulce, sediada em Salvador, anuncia que o roteiro Irmã Dulce no Brasil começa em Sergipe.

São Cristóvão que recebeu da UNESCO, no dia 1 de agosto, a chancela de Patrimônio da Humanidade por conta do valor histórico da Praça São Francisco, agora se anima para nova expectativa: o reconhecimento pelo Vaticano da Santa Irmã Dulce. Essa confirmação, creio, criará um novo fluxo de turistas, os devotos de Irmã Dulce. Bem, é mais um motivo para que São Cristóvão se prepare para a alta estação, para o turismo.

SABER MAIS!

domingo, 24 de outubro de 2010

São Cristóvão se prepara para alta estação

Equipe militar que vai atuar no centro histórico.
Foto: Grazziele Santos

São Cristóvão se prepara para alta estação

Sexta, 22/10, uma equipe do Batalhão Especial de Segurança Patrimonial se apresentou numa solenidade discreta ocorrida Praça São Francisco, em São Cristóvão. A equipe ficará responsável pelo policiamento no centro histórico. A presença efetiva deve coibir depredações e outras práticas nocivas aos bens patrimoniais.

Já é possível pontuar algumas mudanças desde que a Praça São Francisco recebeu da UNESCO a chancela de Patrimônio da Humanidade, no dia 1 de agosto. Primeiro o crescente fluxo de turistas, com tendência de duplicar no verão. Com isso problemas antigos devem encontrar solução imediata. Recentemente, num esforço conjunto a Prefeitura Municipal de São Cristóvão, Governo do Estado e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional reativaram o Conselho Curador do Fundo de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural. Há perspectiva de criação de um conselho gestor da Praça São Francisco no próximo mês. A Universidade Federal de Sergipe irá discutir “o devir da Praça São Francisco”, na II Semana de Educação Patrimonial, que será realizada entre os dias 3 e 6 de novembro.

Prefeitura Municipal, SEBRAE, Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Instituto Federal de Sergipe (IFS) realizarão o curso "Monitores de Turismo" entre os dias 25/10 e 25/11. A iniciativa pretende oferecer um serviço de guiamento de melhor qualidade uma vez que os meninos encontrados na Praça São Francisco, vestidos de “guia de turismo”, além de comercializarem mentiras promovem extorsão, o que constitui um grave problema.

Assim como a direção dos museus, os proprietários de estabelecimentos comerciais notam um aumento no comercio de queijadas e comidas típicas. Dona Marieta, da Casa da Queijada, fala que triplicou suas vendas.

Para Thiago Fragata, que coordenou a Comissão Pró-candidatura da Praça a Patrimônio da Humanidade e dirige o Museu Histórico de Sergipe, “tudo isso é trabalho de bastidor visando a alta estação. Tenho certeza que outras providências serão anunciadas. O Museu de Sergipe, por exemplo, estuda a possibilidade de ampliar o horário de funcionamento. Mas é preciso atentar que não houve por parte do Governo do Estado nenhum manifesto oficial comemorativo após a reunião da UNESCO por conta das restrições da justiça eleitoral em vigor até o dia 31 do outubro”.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Renantique se apresentará em São Cristóvão

Grupo de Música Antiga Renantique

O conjunto de Música Antiga Renantique, patrocinado pelo Instituto Banese e Banese Card, volta a cena sergipana com uma série de apresentações na capital e no interior. A temporada começou com um concerto durante a ‘Sexta Clássica’ da Sofise - Sociedade Filarmônica de Sergipe, em Aracaju, no dia 8/10.

Grupo independente, o conjunto de Música Antiga Renantique foi criado em junho de 1996 por integrantes do Grupo de Flauta Doce do Centro de Criatividade e pelo soprano Adélia Vieira (in memorian) com o intuito de executar a música da Idade Média e Renascença, algo inédito em Sergipe.

APRESENTAÇÕES

Dia 21/10: 20h – I Feira Cultural do Projeto ‘Memória N. Srª. das Dores’ - Igreja Matriz de N. Srª. das Dores/SE

Dia 24/10 - 18h – ‘Música na Igreja’ - Dia da Sergipanidade – na Igreja São Francisco, São Cristóvão/SE

Dia 27/10 - 21h – Encontro de ‘História, Memória e Patrimônio’ da Faculdade José Augusto Vieira – em Lagarto/SE

SABER MAIS:
http://www.infonet.com.br/cultura/ler.asp?id=104790&titulo=cultura


sábado, 9 de outubro de 2010

II Semana de Educação Patrimonial vai discutir a Praça São Francisco

Convento São Francisco. Aquarela de Everlane Moraes, 2010.

Em agosto de 2010, após longa espera, a Praça São Francisco da Humnanidade tornou-se Patrimônio da Humanidade. Certamente um grande presente para Sergipe, sobretudo no que diz respeito à afirmação de sua identidade. Com vistas a reunir autoridades, intelectuais e sociedade civil organizada para pensar "São Cristóvão: o devir de Patrimônio da Humanidade" a II Semana de Educação Patrimonial, realizada pelo Grupo de Pesquisa Cultura, Identidades e Religiosidades (GPCIR) do Departamento de História (UFS), convida a todos os sergipanos a se somarem em mais um desafio: criar as condições de uso desse patrimônio, mediante ações em torno da Educação Patrimonial. O evento conta com a parceria do Governo do Estado de Sergipe e da Superintendência do Instituto Histórico e Artístico Nacional em Sergipe.

PROGRAMAÇÃO
O evento acontecerá entre os dias 3 e 6 de novembro, na Universidade Federal de Sergipe, sendo a abertura, 3/11, no auditório do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe (IHGSE).

Haverá palestras, mesas redondas, comunicações e apresentações culturais.
FAÇA JÁ A SUA INSCRIÇÃO!