sábado, 17 de dezembro de 2011

Simplesmente Jenner*

Detalhe da capa do catálogo JENNER


Eloisa Galdino**

Seja universal, celebre a sua aldeia; seja universal, pinte o seu lugar. Há muitos, ouvimos falar de globalização, idéia global, estreitamento de fronteira. O mundo está, mais do que nunca, conectado, interligado. Porém, continua atual e forte a idéia de pertencimento, de território. E esta idéia tem, no campo da cultura e das artes, seus ingredientes mais fortes. Esses ingredientes são os textos, contextos, sons, luzes, movimentos, expressões, símbolos, memória. Todos presentes nas mais variadas linguagens artísticas.

Jenner Augusto, artista sergipano, foi universal. Exemplares de suas obras – antes mesmo da disseminação de informação via bites – já ganhavam o mundo a marcar essa universidade. Mas Jenner foi universal porque sempre celebrou a sua aldeia, sempre deixou clara a sua relação com o seu lugar no mundo, Sergipe. Jenner foi plural nos temas, “pintou de tudo”, como se diz por aí, mas sempre com uma relação muito forte com o cenário onde nasceu e cresceu. Assim, Aracaju, Rosário Cetete, São Cristóvão, Itabaianinha, Lagarto e Laranjeiras, cidades sergipanas onde Jenner morou, serviram de cenários para a vasta produção desse grande nome das artes visuais do nosso estado.

Este livro presta uma justa homenagem ao artista Jenner Augusto. Trata-se de um trabalho de resgate da sua trajetória e de importância da obra desse artista para as artes visuais sergipanas. É mais que um registro, é uma forma de celebrar a nossa aldeia e promover a aproximação com uma produção que dialoga com o princípio da sergipanidade. Quanto mais conhecemos os exemplos da vasta produção artística sergipana, mais aprendemos a admirá-la e a preservá-la. Esse é, portanto, um desafio cotidiano para marca o nosso lugar nesse vasto mundo.

O Governo do estado de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura, sente-se honrado em fazer parte deste projeto. Que essa obra nos inspire a produzir outras, com outros recortes e sobre outros representantes das artes sergipanas.


* texto publicado no catálogo Jenner, de Mario Britto e Zeca Fernandes, lançado na Sociedade Semear, na última sexta, 16/12/2011.

** Secretária de Estado da Cultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa matéria.