terça-feira, 19 de maio de 2009

Vesta Viana: naif de São Cristóvão

Vesta Viana na companhia do amigo Jorge Amado.

Por Thiago Fragata*

Sancristovidade é analogismo para designar a simpatia, o bairrismo e mesmo a inspiração que visitantes e artistas recebem da histórica São Cristóvão. Assim podemos definir a relação entre a artista plástica Vesta Viana e a cidade natal. Ainda menina, estudante do Grupo Escolar Vigário Barroso, nos idos de 1960, ela descobriu a mágica das tintas com a saudosa Professora de Artesanato Maria Rodrigues. Assim, da fascinante gradação de cores primárias e do entranhado amor à cidade histórica nasceu sua arte.

No início de 1970, Jorge Amado e Zélia Gattai passearam pelo nordeste e, como o umbigo do saudoso escritor está enterrado em Estância, não esqueceram de Sergipe.[1]


Deseja receber o trabalho completo? Faça contato com o autor:
 thiagofragata@gmail.com 

Um comentário:

Deixe seu comentário sobre essa matéria.